EMBAIXADOR DE ISRAEL VISITOU SILVES

Por sm

2012-6-20

O Embaixador de Israel em Portugal, Ehud Gol visitou, ontem (20 de junho), a cidade de Silves.

Acompanhado da Presidente da Câmara Municipal de Silves (CMS), Isabel Soares e do Conselheiro Político da Embaixada de Israel em Portugal, Lior Keinan, o diplomata percorreu o Museu Municipal de Arqueologia, onde foi guiado por Maria José Gonçalves (Chefe de Divisão de Património Histórico – Arqueológico e Museus) e por Joana Píres, Técnica da autarquia.

A delegação israelita teve, ainda, a possibilidade de ver um achado recente, efetuado por Arqueólogos da Universidade de Friedrich-Schiller, Jena (Alemanha), perto de SB Messines (Silves), que será a mais antiga evidência arqueológica da Cultura Judaica na Península Ibérica e que se julga que poderá ser uma lápide funerária, datada, provavelmente, de um período não posterior a 390 AD.

A placa de mármore, com 40cm x 60cm onde, segundo os investigadores, se pode ler o nome “Yehiel“, seguido de outras letras ainda não decifradas, foi o principal motivo da vinda dos diplomatas israelitas a Silves, tendo despertado enorme interesse e curiosidade por parte dos membros desta delegação. O achado foi classificado por Ehud Gol como «profundamente interessante» e «da maior importância». O Embaixador quis, ainda, saber pormenores sobre a história de Silves, a sua ligação à cultura judaica, bem como muitos outros aspetos, nomeadamente ligados à sua demografia e atividades económicas. Revelou, ainda, ter ficado muito impressionado com a quantidade de vestígios arqueológicos existentes, bem como com a diversidade de proveniências e períodos dos mesmos, o que revela que Silves sempre foi um centro económico de grande importância e um espaço verdadeiramente multicultural.

A visita à cidade terminou com uma ida ao Castelo, onde, curiosamente, o Embaixador pode contatar um casar de israelitas, que ali se encontravam de visita.